3 de dezembro de 2008

respiros do porão

hoje encontrei um colega meu,
estava mais velho, cansado e gordo que antes, apático e derrotado habitante do mundo corporativista cinzento, almoçando um pouco da sua juventude num prato de vidro.

4 comentários:

Bruno K disse...

obrigado por expor as agruras da vida humana.

daniloz disse...

pois é cara, meu coraçãozinho ficou tal qual uma laranja mucha.

Yuri Machado disse...

sabe cara,

sinto muitas saudades de quando a gente era todo mundo mais junto

Tito Peçanha Leitão disse...

aposto que ele estava no habibs.

prato de vidro e essa depressão toda? é habib's, no doubt!



;)