8 de janeiro de 2009

o chamado da natureza

quando vem, vem mesmo, não há o que fazer senão atender a nossa mãe-de-todos.

Um comentário:

Yuri Machado disse...

hahahahaah

adorei as perninhas e os braços espalhados no desespero da corrida