15 de julho de 2009

do desenhar na parede I


este é o primeiro estágio do desenho que estou fazendo no hall de entrada de casa, a foto foi tirada de dentro do elevador porque a lente não tem abertura suficiente para pegar o desenho inteiro de outra forma. a janela de 157 x 159 cm já está pronta, falta agora 'só' preencher o interior dela com a vista toda, que vai demorar um bocado.
este é o detalhe do canto inferior esquerdo, para dar para ver as linhas melhor. fiz um esboço levinho de lápis, para acertar os prumos e horizontais e depois passei à caneta de retro ou CD permanente. não é brincadeira fazer uma linha reta, nosso corpo pende muito para o lado. no meu caso, a linha vertical acabava descendo para a direita e a horizontal também, o braço vai cansando e puxando tudo junto, eu sou torto que dói.e esta última foto é o que sobrou de borracha depois de apagar as linhas-guia do desenho, quase meia borracha só nesta brincadeira. agora estou recuperando o fôlego da empreitada inicial (romper a barreira psicológica do A4, quando muito do A3, já não é fácil) para continuar com a paisagem, e aproveitando para treinar para a minha intervenção (odeio esta palavra) no MAC para o projeto nascente 2009.

6 comentários:

Bruno disse...

incrível que apesar de o texto ser completamente irrelevante para mim eu leio isso. e não faço com todos os blogs. acho que curto o jeito como você escreve sobre coisas.

Beá Meira disse...

Danilo, sensacional!
É a primeira vez que você rompe a barreira do A3? Está muuuuito bom.
Isto é mesmo arquitetura, abrir uma janela na parede. Vou dar um pulo para ver pessoalmente na sexta feira.
Beijos

disse...

parede é um desafio para corajosos!

estou adorando tudo, menos a parte de "demorar um bocado"!!!!

Bruno T disse...

...vai ficar muito legal. Só de ver ela ainda branca ao sair do elevador ja fiquei bem curioso.

daniloz disse...

bom valeu bruno, vou considerar o 'irrelevante' um elogio! hahahaha.
beá, não é a primeira vez que desenho maior que um A3, mas é a primeira coisa séria na parede.
mãe, sem demora não tem graça, se ficar pronto de uma vez ninguém vai ficar curioso nem pensar no assunto.
bruno t, (porra, suponho que bruno t seja o bruno taiar e o bruno seja o bruninho, certo?), você vem bastante em casa, logo mais vê inteiro.
abraços.

Ale Sato disse...

animal, mina! quero ver pronto!