27 de março de 2010

18º programa nascente - proposta I

este ano decidi de ultíssima hora mandar alguma coisa para o 18º programa nascente, a versão 2010. a 'culpa' foi de uma amiga minha que decidiu me perguntar como tinha procedido ano passado na inscrição, pedindo umas dicas e tal. no final das contas, decidi este ano entrar com fotos ao invés de desenhos, já que ano passado tinha apresentado as minhas propostas mais 'contínuas' e assimiláveis; o meu fim de mundo, a consciência vermelha de gil e o sãopaulosamurai, das quais apenas a última foi selecionada para a final, e com isso já bodeara de tentar entrar com desenhos este ano (fora o trabalho - incrível e recompensador - que a coisa toda deu ano passado). mas com a fotografia é diferente, eu nunca 'fiz' nada com as minhas fotos, eu apenas gosto de tirá-las e já me arrisquei a até fazer um trabalho de um book de família para os meus tios (que, aliás, eu preciso terminar), mas nunca levara isso a sério no sentido de dar um destino, mostrar mais abertamente, etc. mas ai, na hora de montar as minhas propostas para apresentar o trabalho, me deparei com esta questão: como explicar as minhas fotos? o que eu teria por trás que valeria alguma explicação? pois bem, resolvi ser absolutamente sincero a este respeito: (abaixo está apenas a primeira proposta, a segunda publico na sequência, mas é continuação desta)















4 comentários:

Joserilde "Joseload" Júnior disse...

Esplêndido!
A sinceridade dos textos somado a beleza das fotos fazem desse portfolio uma verdadeira obra de arte.

Ansioso para ver a segunda parte.

Beá Meira disse...

Maravilhoso,
Só precisa mudar uma frase que começa com agora e ainda na mesma linha aparece outro agora.

Parabéns
Beá

daniloz disse...

obrigado gente, fico feliz de ouvir estes comentários.
eu estava realmente pensando que, putz, nunca tinha pensado nestes termos, e foi impressionante até para mim.

Isadora disse...

deve ser difícil explicar em palavras uma fotografia. nunca tinha pensado nisso...
e a maíra até com cara de "não ouse tirar uma foto" fica bonita!