11 de março de 2010

torres del paine 17.02.2010


cantinho das torres centrais, neste dia que caminhamos não sei quantos quilômetros de volta do acampamento torres para a hostería las torres, para depois seguir dela para o acampamento italiano, ao qual não conseguimos chegar, acabamos por acampar no refúgio de los cuernos, que era pago (mas tinha - ou quase - banho).


foi um dia mais nubladinho, ai estávamos ainda no começo do segundo trecho, depois de ter descido os quatrocentos e não sei quantos metros do acampamento torres até o nível do lago.


uma das lagunas menores e mais altas que o lago nordenskjold.


lago nordenskjold.


maíra e a felicidade encarnada em suas costas.


tranquera que não acabava mais. da próxima vez vou fazer qualquer coisa para ir com uma mala leve de verdade.


maíra se comparando com o bonsai em tamanho real; cada qual com seu motivo para estar meio torto...


praia no lago nordenskjold (ô nominho foda de esqrever).


minuto contemplativo.


esta área por onde passava a trilha que seguíamos era muito propensa a alagamentos, porque é a encosta por onde o gelo derretido desce para formar o tal do lago. e como estava chovendo quando passamos por lá, os rios tinham encorpado e não há pontes nesta parte do parque.

Nenhum comentário: