13 de março de 2010

valle del francés 18.02.2010 (I)



este é o rio del francés, com os cerros trono blanco e los gemelos ao fundo, descendo desde as geleiras lá em cima pelo valle del francés, onde estão os acampamentos italiano (onde ficamos na noite do dia 18 para o 19) e o acampamento británico, beeeeem mais para cima e muito inóspito.



maíra no começo da subida, num vermelho especial.


geleira dos cerros catedral, los gemelos, punta negra e trono blanco.


riozinho que vem pela direita, do vale superior ao valle del fancés.






vista do lago nordenskjold do topo do primeiro vale, antes de mudarmos a direção para o acampamento británico, no vale superior.


mairinha.


nesta foto ela estava me ameaçando: 'danilo, se houver tanta subida quanto parece que vai ter, eu arranco seu rim!' - a única coisa que pude fazer foi agradecer o fato de ter tido dois.


lago nordenskjold e o valle del francés.


aqui acontecia uma coisa deliciosa, para cada lado deste outeiro, corria um rio vindo das montanhas, estávamos num topo de morro dentro de um vale maior, a sensação de ser minúsculo beirava o incômodo. mais para frente estava a cadeia de montanhas que formaria o que estou chamando de 'vale superior' mas que o nome de verdade não sei.


começando a ver os cuernos, pelo lado oposto ao que tínhamos visto na laguna torres, ao chegar no parque, dia 16.




parece que houve um incêndio meio tenso uns anos atrás, a gente viu umas clareiras e árvores queimadas (no próximo post, senão este não terminava nunca) bem chocantes.


cerro castillo, realmente enorme, impressionante.

Nenhum comentário: