17 de julho de 2010

good bye old fellow


hoje (finalmente) comprei um tênis novo para andar de bicicleta. é, certamente outro all star, branco, que é para registrar mesmo as manchas da vida, já que deste não tenho reclamação alguma. quando chove, uso sem meia, então o cheiro é uma delícia; quando chove nem sempre ele seca até eu usar de novo, então o cheiro é uma delícia; a palmilha já não existe mais, então além do cheiro ser uma delícia, meu pé roçava na sola do tênis por dentro; sola ele já não tinha mais há um bom tempo, então não era muito impermeável (se é que algum all star é), mas entrava uma dose extra de sujeira dentro; os cadarços estavam amarrados tal nó gódio, o nó cego insolúvel que alexandre cortou com a espada para dar fim ao problema; o cheiro não era muito bom, então eu desencanava de limpar direito; como ele sempre sujava de novo, eu nunca lavei ele, sempre tomou banho de chuva, apenas; existia uma capa de sujeira (história) que é para poucos, só digo isso. uma perícia encontraria até traços de areia do deserto do atacama. eu usei ele, só na bicicleta, por 15 mil kilômetros, digamos que foi com ele que comecei a andar seriamente de bicicleta, desde os meus tempos de piratininga, desde que entrei na fau, na verdade. a sola foi cortada pelo pedal, que ultimamente cortava o meu pé, na verdade, porque a sola que deveria ser cortada ao invés dele já não oferecia resistência, mas o bom mesmo é que ele já tinha, literalmente, o formato do pedal cravado, então era uma beleza. só digo isso, vai demorar para o novo (branquelo) ficar tão bom quanto este aqui. adeus velho companheiro!



Um comentário:

Anônimo disse...

Uau... Esse All Star devia ter um cheiro maravilhoso... Tenho 1 Converse estilo Yatch anos 80 há mais de 2 anos, ele já tá começando a ficar detonado, mas é uma delícia de usar, ainda mais que só uso ele sem meias... Dá um chulé bem gostoso...