4 de dezembro de 2010

a prova concreta


Está ai, eu de fato fui lá desenhar. Ontem à noite, depois do TFG da Lupo (parabéns, arquiteta Luisa de Medeiros Possas!) o Éberson veio me perguntar se eu tinha subido no viaduto do Diário Popular para desenhar. Eu disse que sim, sem entender direito, então ele disse; 'Só pode ser você. A esposa dele estava passando na região e avistou (segundo ela) "um maluco feito eu (o Éberson), parado, naquele sol, desenhando... só pode ser seu amigo!". Bom, ela teve a manha de fotografar e ai está a prova contundente de que pelo menos eu fui até lá e fiquei posando que nem um trouxa naquele sol.

Nenhum comentário: