3 de março de 2011

nas dunas

Entre o tal do mangue que descobrimos e a praia existia ente pequeno campo de mini-dunas, algumas cheias de jundú outras mais expontâneas, nesta paisagem que, não fosse pelos coqueiros, poderia estar em qualquer escala. As fotos são parecidas porque, batendo a primeira, minha mãe (palpiteira como sempre, claro) falou, 'ué, mas você não vai tirar dali, ó, como está bonito patati-patatá?', fazendo aquele formatinho retangular com os dedos que simula uma moldura. Claro que ela disse que não queria carregar a máquina dela por isso ou aquilo e depois ficava 'ai, tira uma foto disso para mim, ai, olha aquilo, hmmm noossa!'... hahaha. No fim bati a tal da foto, abaixo.

Nenhum comentário: