19 de março de 2011

oficina

O Ansel Adams falava que previa a foto, que sabia exatamente como ela ficaria antes mesmo de tê-la revelado. Não precisava de fotômetro também, sabia melhor que ele a exposição necessária, isso sempre impressionou alguns amigos que andavam com ele. Não querendo me comparar mas sim tendo na cabeça estas coisas, sabia que esta foto tinha tudo para ficar boa na hora em que olhei para este lugar; imaginei, a luz, composição, tudo certo. Não tive tempo de fotometrar nem focar precisamente, foi num milisegundo de cima de um caminhão chacoalhando nos buracos, disparei. Podia ter sido uma baita foto, eu gosto disso, hehehe.

Nenhum comentário: